Associação Impacto

Comece 2017 com o pé no dojo! Matrículas abertas.
Acompanhe-nos
Competição reúne cerca de 300 atletas, representantes de seis estados

Tubarão foi a grande campeã da edição 2016 do Campeonato Brasileiro Goju-Ryu

A cidade de Tubarão será mais uma vez palco de um dos maiores eventos do karatê. O 33º Campeonato Brasileiro Goju-Ryu será realizado neste fim de semana e promete disputas belíssimas, técnicas e acirradas. A competição reunirá aproximadamente 300 atletas, representantes de 26 clubes de seis estados. O nível é alto e os competidores estão preparados para dar o seu melhor em busca das medalhas e de um lugar na seleção brasileira que disputará o Campeonato Mundial no Canadá. 
Vindos de São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e Santa Catarina, os atletas competem no kata individual e em equipe durante todo o sábado e no kumitê individual e em equipe durante o domingo. Os participantes estão ansiosos com o campeonato.
- Estar em Tubarão para o 33° Campeonato Brasileiro de Karatê Goju-Ryu IKGA é de uma imensa satisfação. É uma cidade que acolhe o evento e os atletas em geral de forma tão gentil e agradável. Para nós, comissão e atletas, é importantíssimo estar em um evento tão bem organizado e com logística funcional, demonstrando uma grande evolução na modalidade, que agora é olímpica. A preparação dos atletas foi de alto nível, tanto físico, como técnico, já que neste evento se selecionam os atletas que terão vaga para compor a seleção brasileira que disputará o Campeonato Mundial Goju-Kai, realizado em outubro no Canadá. Por isso, esperamos embates acirradíssimos. Parabéns ao Sensei Fabrício de Souza pela organização e competência – comenta Saito Akira, Renshi-Shihan IKGA.
Luciano Moreira, de Cubatão, também estará presente no evento, representando sua equipe ao lado de mais um atleta. Ele conta que a preparação foi árdua, com competições estaduais servindo de preparação para a busca de ótimos resultados na Cidade Azul. 
- Tenho muita alegria em estar na cidade e de conhecer a Associação Impacto, pois eu e o professor Fabricio já estivemos juntos, defendendo a seleção brasileira em alguns países – revela.
Osasco retorna para o campeonato, sediado por Tubarão também em 2016, com expectativa de repetir a boa experiência do passado. 
- A Liga de Karatê de Osasco teve uma experiência muito boa nesse evento e nossas expectativas são as melhores possíveis para este ano. Com uma excelente organização e planejamento, certamente será um grande evento. Como seletiva para o mundial no Canadá, nossa equipe se preparou com o intuito de trazer resultados e representar nossa cidade – afirma o Sensei Gilberto de Mello Schavareto Jr, secretário geral da IKGA Brasil, delegado regional da FPK e técnico da seleção Osasquense.
O Campeonato Brasileiro de Karatê Goju-Ryu inicia no sábado, às 9h, na Arena Multiuso Estener Soratto Da Silva. Tubarão foi a grande campeã na última edição e defende o título em casa. A entrada no evento é gratuita e um bom público é esperado para apoiar a equipe tubaronense e acompanhar as disputas.


Texto e foto: KBS Assessoria



A cidade Londrina-PR recebe as atenções do karatê a partir desta quinta-feira. Sede da disputa da Seletiva Nacional 2 e do Campeonato Brasileiro – Etapa Paraná, o município receberá mais de 500 atletas que buscam seu lugar no pódio. A equipe Impacto/FME de Tubarão encara os dois desafios nacionais preparada e confiante. Nos dois primeiros dias, seis atletas tubaronenses disputam vaga na seleção brasileira, feito conquistado em sete categorias na primeira seletiva.
- Esperamos classificar pelo menos mais três atletas para a seleção do país. Neste evento participam os nossos atletas que não conseguiram a classificação na Seletiva Nacional 1 e estou muito confiante, pois todos os atletas evoluíram muito  - comenta o técnico Fabricio de Souza.
Já no Brasileiro, 16 atletas disputam por medalhas. Entre eles a pequena Laura Candido Hanel, de 7 anos. A atual campeã brasileira e catarinense da Série A, que treina karatê desde os 4 anos e nesta edição do evento subirá de categoria.
- Espero ir bem, colocar em prática tudo o que foi treinado e as instruções passadas pelos senseis Márcia e Fabricio – diz a atleta, que faz aulas nas segundas e quartas-feiras, além de treinos específicos para competições nas terças e sextas-feiras.
O Brasileiro será disputado por atletas que não participaram da primeira etapa da competição. Em Caruaru-PE, todos os representantes da Impacto/FME de Tubarão garantiram classificação para a etapa final. Santa Catarina tem a maior delegação do Brasileiro, com 315 atletas. Ao todo, estão inscritos no evento 585 karatecas, representando 15 estados.
A equipe Impacto conta com o apoio da Prefeitura de Tubarão, através da Fundação Municipal de Esporte.




Atletas conquistam 42 medalhas e levam a equipe para o lugar mais alto do pódio na abertura do Catarinense

A superação foi destaque na participação da equipe Impacto/FME de Tubarão na abertura do Campeonato Estadual de Karatê, divisão “A” 2017. A delegação tubaronense comemorou o primeiro lugar na classificação geral no kata (luta imaginária) e a segunda colocação geral no kumitê (luta) na primeira etapa do ranking catarinense, mesmo não sendo a equipe com o maior número de atletas.
- Foi um resultado inesperado, pois nossa principal adversária possuía o dobro de atletas. Desejo parabéns sincero a todos os integrantes da nossa equipe. Agradeço o empenho diário de cada um, dos atletas, professores e familiares. A integração de todos é que possibilita este sucesso. Sabemos que ainda temos muito o que melhorar, mas temos a certeza de que estamos no caminho certo – comenta o treinador Fabricio de Souza. 
Um dos grandes destaques do evento foi João Vitor da Silva de Oliveira, que fez estreia nas categorias Sub-21 e Adulto, conquistando três medalhas de ouro. Também representaram muito bem a equipe os pequenos atletas, que tiveram muitas conquistas. Ana Luiza foi uma das medalhistas e sua preparação intensa resultou em dois primeiros lugares, em kata e kumitê.
- Ela estava bem ansiosa, mesmo sendo sua segunda vez na competição. Treinou bastante, diariamente das 15h às 20h, e ela só tem 10 anos. Diz ela que seu objetivo é ir para as Olimpíadas. A Ana Luiza entrou no mundo do karatê através do projeto Mais Educação, há dois anos, na escola que frequentava. Na época, a Sensei Márcia, viu que a Ana Luiza levava jeito e a convidou para frequentar a Academia Impacto. Ela faz parte e se dedica aos treinos até hoje, focada sempre em melhorar – revela a mãe da atleta, Ana Lúcia Alves Conceição. 
Ao todo, a equipe Impacto/FME de Tubarão garantiu 42 medalhas no evento. Foram 16 de ouro, 11 de prata e 15 de bronze. Em Foz do Iguaçu, Júlia Hort e Giovanna Feroldi também comemoraram ótimos resultados no 1º Open Internacional de Karatê. Júlia conquistou ouro e Giovanna bronze. Os ótimos resultados obtidos em ambas as competições só contribuem para que o grupo se dedique ainda mais. 
O próximo evento dos atletas ocorre no fim do mês, na segunda Seletiva Nacional e etapa do Campeonato Brasileiro, em Londrina-PR.



Open Internacional ocorre neste fim de semana e soma pontos para o ranking nacional

A primeira edição do Open Internacional de Karatê de Foz do Iguaçu reúne atletas de alto nível, que disputarão medalhas em diversas categorias dos dias 7 a 9 de abril. O evento conta com a presença de karatecas da seleção brasileira, entre eles Júlia Hort e Giovanna Feroldi, representantes da equipe Impacto/FME de Tubarão. A competição acumula pontos para o ranking nacional da modalidade e proporcionará grande experiência para os participantes.
- Esse evento é muito importante para a preparação das atletas, que terão o Pan-Americano adulto pela frente. Acredito muito no sucesso de ambas, que já estão de parabéns por fazerem parte da seleção brasileira – comenta o técnico Fabricio de Souza, que acompanha um grupo de 33 karatecas na abertura do estadual 2017, em Joinville, neste sábado.
Os atletas que conquistaram vaga na seleção participaram de um treinamento especial. Júlia e Giovanna querem colocar em prática o que foi treinado para conquistar um resultado positivo não só no Open, mas nas próximas competições da temporada.
- Tivemos apenas duas semanas de descanso entre dezembro e janeiro, tentando usar as competições que tínhamos como preparação para a seletiva e, agora com a convocação para seleção, temos que aproveitar ao máximo os treinos com toda a equipe. São pessoas diferentes para treinar, mais chances de aprendizado. Esta competição em Foz será bem importante para tentar colocar em prática tudo o que foi treinado! O importante aqui é testar para ter um bom resultado no Pan e Sul-Americano. Agradeço aos senseis Eduardo Porchat e Fabricio de Souza, que fizeram isso ser possível – revela Giovanna.

O técnico tubaronense acredita que as duas atletas trarão novidades para treinar com o resto do grupo, que está firme na luta pelo sonho de representar o Brasil nas próximas Olimpíadas.  A equipe Impacto conta com o apoio da Prefeitura de Tubarão, através da Fundação Municipal de Esportes.